Capacitação Técnica e Fomento

Engajar governos, conselhos e demais atores da rede de proteção dos direitos da pessoa idosa faz enorme diferença para a realização de ações que mitiguem os impactos causados pelo envelhecimento populacional.

Por isso, estimulamos fortemente a geração de conhecimento e fóruns de discussão sobre a temática do envelhecimento populacional, seus impactos e políticas públicas que respondam a esse desafio.

1.1 Capacitação Técnica dos Conselhos da Pessoa Idosa 

O Itaú Viver Mais apoiou a elaboração de um estudo em profundidade sobre a forma de como países que passaram pela mudança na pirâmide demográfica antes do Brasil lidaram com esse fenômeno. Estados Unidos, Japão e países europeus foram visitados e o estudo identificou a importância da utilização de metodologia para o planejamento de ações locais.

Com excelentes resultados, o IVM apoiou a utilização de uma metodologia adaptada por conselhos municipais de cinco capitais brasileiras, cujos habitantes 60+ representam 25% das pessoas idosas no Brasil. Esses conselhos foram incentivados e apoiados pelo IVM no uso de metodologia para melhorar a articulação da rede de proteção dos direitos da pessoa idosa, conseguir maior eficiência no uso recursos do Fundo do Idoso, maior transparência e melhor governança.

O aprendizado dessa atuação com a rede de proteção dos direitos da pessoa idosa foi organizado na Plataforma Longeviver, que disponibiliza tutoriais, ferramentas sociais e indicadores para suportar o diagnóstico, planejamento, gestão e monitoramento de ações orientadas à população 50+.

A metodologia desenvolvida para o fortalecimento da rede de proteção é orientada por cinco diretrizes:

  • Intensificar a articulação entre os agentes mais relevantes, por meio do incentivo ao uso de meios de comunicação, divulgação e compartilhamento de necessidades, prioridades, projetos e ações; 
  • Criar infraestrutura necessária para o fortalecimento da rede, inclusive digital;
  • Organizar as informações disponíveis na forma de indicadores e promover o compartilhamento do conhecimento;
  • Incentivar o planejamento das ações baseado em indicadores qualitativos e quantitativos;
  • Monitorar a evolução e o resultado das iniciativas.

1.2 Edital Itaú de Seleção de Projetos via Lei do Idoso 

Com base em mecanismos presentes no Estatuto do Idoso, o Itaú Viver Mais organiza o Edital de seleção de projetos de Lei do Idoso. O objetivo é estimular a execução de projetos que fortaleçam a rede de proteção dos direitos da pessoa idosa, bem como o ciclo de políticas públicas orientadas ao envelhecimento populacional.

Os valores disponibilizados para o Edital são provenientes da destinação de 1% do imposto de renda devido das empresas do Conglomerado Itaú Unibanco Holding S.A.